Casos de Sucesso: Iluminação

AeC Contact Center

Redução de Demanda (kW)

HP: 13      HFP: 13

Redução de Energia (kWh)

HP: 68.693      HFP: 936.936

Economia R$ 538.398,98

Casos de Sucesso: Ar Condicionado

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 52      HFP: 59

Redução de Energia (kWh)

HP: 173.827      HFP: 1.248.197

Economia R$ 788.803,03

Casos de Sucesso: Iluminação

Shopping Oiapoque

Redução de Demanda (kW)

HP: 0      HFP: 0

Redução de Energia (kWh)

HP: 0      HFP: 2.277.600

Economia R$ 1.859.860,51

Casos de Sucesso: Iluminação

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 54      HFP: 80

Redução de Energia (kWh)

HP: 284.746      HFP: 2.374.202

Economia R$ 1.363.627,05

Vale a pena trocar lâmpadas incandescentes por fluorescentes comuns?

Depende. As lâmpadas fluorescentes tubulares são indicadas para serem utilizadas em cozinhas e áreas de serviço. A dica é: compre lâmpadas de 16 e 32 watts (com reator eletrônico) em vez de comprar as de 20 e 40 watts (com reator eletromagnético).

Depende. As lâmpadas fluorescentes tubulares são indicadas para serem utilizadas em cozinhas e áreas de serviço. A dica é: compre lâmpadas de 16 e 32 watts (com reator eletrônico) em vez de comprar as de 20 e 40 watts (com reator eletromagnético).