Casos de Sucesso: Iluminação

Shopping Oiapoque

Redução de Demanda (kW)

HP: 0      HFP: 0

Redução de Energia (kWh)

HP: 0      HFP: 2.480.400

Economia R$ 2.025.464,53

Casos de Sucesso: Iluminação

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 54      HFP: 80

Redução de Energia (kWh)

HP: 322.050      HFP: 2.685.241

Economia R$ 1.542.272,77

Casos de Sucesso: Ar Condicionado

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 52      HFP: 59

Redução de Energia (kWh)

HP: 202.320      HFP: 1.452.800

Economia R$ 918.102,46

Casos de Sucesso: Iluminação

AeC Contact Center

Redução de Demanda (kW)

HP: 13      HFP: 13

Redução de Energia (kWh)

HP: 78.506      HFP: 1.070.784

Economia R$ 615.313,12

Vale a pena trocar lâmpadas incandescentes por fluorescentes comuns?

Depende. As lâmpadas fluorescentes tubulares são indicadas para serem utilizadas em cozinhas e áreas de serviço. A dica é: compre lâmpadas de 16 e 32 watts (com reator eletrônico) em vez de comprar as de 20 e 40 watts (com reator eletromagnético).

Depende. As lâmpadas fluorescentes tubulares são indicadas para serem utilizadas em cozinhas e áreas de serviço. A dica é: compre lâmpadas de 16 e 32 watts (com reator eletrônico) em vez de comprar as de 20 e 40 watts (com reator eletromagnético).