Casos de Sucesso: Iluminação

Shopping Oiapoque

Redução de Demanda (kW)

HP: 0      HFP: 0

Redução de Energia (kWh)

HP: 0      HFP: 2.197.800

Economia R$ 1.527.620,81

Casos de Sucesso: Iluminação

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 54      HFP: 80

Redução de Energia (kWh)

HP: 270.067      HFP: 2.251.811

Economia R$ 1.501.123,48

Casos de Sucesso: Ar Condicionado

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 52      HFP: 59

Redução de Energia (kWh)

HP: 162.615      HFP: 1.167.688

Economia R$ 859.818,05

Casos de Sucesso: Iluminação

AeC Contact Center

Redução de Demanda (kW)

HP: 13      HFP: 13

Redução de Energia (kWh)

HP: 64.831      HFP: 884.268

Economia R$ 439.309,46

Procel lança selo para luminária pública a LED

A iniciativa foi amplamente discutida pelos principais agentes do setor.

O Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), iniciativa do governo federal que é coordenada pelo Ministério de Minas e Energia (MME) e executada pela Eletrobras desde a sua criação, acaba de lançar mais um Selo Procel, que atesta a eficiência de equipamentos elétricos. Trata-se do selo voltado a luminárias públicas a LED, que consolida o trabalho realizado com esta tecnologia – as lâmpadas LED residenciais já dispunham de certificação do Selo Procel desde 2014.

O Selo Procel para luminárias públicas a LED fortalece o Procel Reluz, programa voltado a projetos de iluminação pública em municípios brasileiros. Com uma tecnologia mais eficiente e econômica na iluminação pública, as prefeituras economizam e proporcionam uma maior qualidade no serviço público ao cidadão.

A iniciativa foi amplamente discutida pelos principais agentes do setor, entre os quais laboratórios de ensaios, especialistas, fabricantes e importadores e o Inmetro. Para receber o respectivo Selo Procel, os fornecedores deverão apresentar o certificado de conformidade da luminária emitido pelo Inmetro e os relatórios de ensaios que comprovem os níveis de eficiência e qualidade exigidos nos critérios específicos estabelecidos pelo Procel. Atualmente, há nove laboratórios no país habilitados pelo Procel para emitir esses relatórios.

As luminárias LED deverão atender também a outros critérios, como: garantia do fornecedor de cinco anos; temperatura de cor correlata (TCC) entre 2700k e 5000k; e o valor de eficiência energética medido e declarado mínimo 110 lm/W.

Fonte: O Debate