Casos de Sucesso: Iluminação

Shopping Oiapoque

Redução de Demanda (kW)

HP: 0      HFP: 0

Redução de Energia (kWh)

HP: 0      HFP: 2.199.000

Economia R$ 1.528.454,89

Casos de Sucesso: Iluminação

AeC Contact Center

Redução de Demanda (kW)

HP: 13      HFP: 13

Redução de Energia (kWh)

HP: 64.890      HFP: 885.060

Economia R$ 439.702,93

Casos de Sucesso: Ar Condicionado

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 52      HFP: 59

Redução de Energia (kWh)

HP: 162.783      HFP: 1.168.899

Economia R$ 860.709,52

Casos de Sucesso: Iluminação

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 54      HFP: 80

Redução de Energia (kWh)

HP: 270.288      HFP: 2.253.651

Economia R$ 1.502.350,39

Como economizar energia elétrica na bomba d’água?

O motor elétrico da bomba d’ água consome muita energia quando utilizado sem critério. Clique aqui para conhecer o que pode ser feito para economizar energia nos motores elétricos deste equipamento. Dimensionar adequadamente o conjunto motobomba para a vazão e altura manométrica necessária. Eliminar vazamentos nas tubulações e juntas. Dimensionar adequadamente a tubulação de sucção. […]

O motor elétrico da bomba d’ água consome muita energia quando utilizado sem critério. Clique aqui para conhecer o que pode ser feito para economizar energia nos motores elétricos deste equipamento.

Dimensionar adequadamente o conjunto motobomba para a vazão e altura manométrica necessária.

Eliminar vazamentos nas tubulações e juntas.

Dimensionar adequadamente a tubulação de sucção.

Eliminar entrada de ar na sucção, evitando a cavitação da bomba, pois reduz o rendimento volumétrico.

Evitar operar a bomba com registro fechado.

Evitar controlar a vazão através do registro.

Dê preferência, sempre que possível, para acoplamentos diretos motor-bomba.

Verifique se há válvula semifechada na sucção das bombas radiais e no recalque ou obstrução parcial na válvula de pé com crivo ou no próprio crivo.

Opere as bombas em pontos de melhor eficiência.

Evite operar com tubulação incrustada ou com sólidos decantados, pois aumentam substancialmente a perda de carga e, por conseqüência, a altura manométrica e a potência requerida.

Evite a associação, em paralelo, de bombas com a parábola das curvas de sistemas muito inclinadas e de bombas de polpa, com o sistema de transmissão por polias e correias.

Verifique a existência de folgas entre rotores e anéis, pois reduzem o rendimento volumétrico.

Utilize tubulações com diâmetros de sucção e recalque adequados.

Leia Também.