Casos de Sucesso: Iluminação

Shopping Oiapoque

Redução de Demanda (kW)

HP: 0      HFP: 0

Redução de Energia (kWh)

HP: 0      HFP: 2.238.600

Economia R$ 1.828.013,58

Casos de Sucesso: Iluminação

AeC Contact Center

Redução de Demanda (kW)

HP: 13      HFP: 13

Redução de Energia (kWh)

HP: 66.806      HFP: 911.196

Economia R$ 523.607,80

Casos de Sucesso: Ar Condicionado

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 52      HFP: 59

Redução de Energia (kWh)

HP: 168.347      HFP: 1.208.851

Economia R$ 763.937,76

Casos de Sucesso: Iluminação

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 54      HFP: 80

Redução de Energia (kWh)

HP: 277.572      HFP: 2.314.387

Economia R$ 1.329.272,11

Brasil e Alemanha fecham acordo no setor de energia sustentável

Conferência reuniu oito empresas especializadas em Energia Solar no Rio.

A Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK-RJ) e o Instituto Ideal fecharam um acordo de colaboração para fomentar o mercado de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil, garantindo toda a cooperação e tecnologia da Alemanha, na tarde de ontem.

O acordo foi fechado durante a conferência promovida pela AHK-RJ, que reuniu no Rio cerca de 250 pessoas, entre elas, o Cônsul Geral Adjunto da República Federal da Alemanha no Rio de Janeiro, Joachim Schemel, o representante do Ministério Federal de Economia e Energia da Alemanha, Meike Wächter, e representantes de oito empresas do setor.

Segundo Gerhard M. Haase, da AHK-RJ, o Brasil tem o dobro de radiação solar disponível para gerar Energia Solar, comparado a Alemanha, e utiliza apenas 0,02%. São 2200 KWh/m³ do Brasil contra 1250 KWh/m³ da Alemanha.

"O mercado fotovoltaico vem crescendo no país, o Rio de Janeiro é o segundo estado que mais investe no setor, mas ainda temos muito a desenvolver. Acreditamos que as empresas alemãs do setor têm muito para contribuir", explica.

Fonte: O Debate – Portal de Noticias