Casos de Sucesso: Iluminação

Shopping Oiapoque

Redução de Demanda (kW)

HP: 0      HFP: 0

Redução de Energia (kWh)

HP: 0      HFP: 2.197.800

Economia R$ 1.527.620,81

Casos de Sucesso: Iluminação

AeC Contact Center

Redução de Demanda (kW)

HP: 13      HFP: 13

Redução de Energia (kWh)

HP: 64.831      HFP: 884.268

Economia R$ 439.309,46

Casos de Sucesso: Iluminação

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 54      HFP: 80

Redução de Energia (kWh)

HP: 270.067      HFP: 2.251.811

Economia R$ 1.501.123,48

Casos de Sucesso: Ar Condicionado

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 52      HFP: 59

Redução de Energia (kWh)

HP: 162.615      HFP: 1.167.688

Economia R$ 859.818,05

Aneel aprova revisão de bandeiras tarifárias

Conta de luz pode ficar mais barata.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a redução dos valores referentes às bandeiras tarifárias amarela e vermelha.

Essas bandeiras são aplicadas quando fica mais caro produzir energia e o efeito final é uma conta de luz mais alta para o consumidor.

Em reunião extraordinária, nesta terça-feira (26), ficou estabelecido que a diminuição dos valores das bandeiras é válida a partir de fevereiro.

A bandeira vermelha passará a ter dois patamares: R$ 3,00 e R$ 4,50, aplicados a cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos. A bandeira amarela cai de R$ 2,50 para R$ 1,50, a cada 100 kWh.

A decisão desta terça foi baseada em estudos da Superintendência de Gestão Tarifária da Aneel.

Fonte: O Debate – Portal de Noticias