Casos de Sucesso: Iluminação

Shopping Oiapoque

Redução de Demanda (kW)

HP: 0      HFP: 0

Redução de Energia (kWh)

HP: 0      HFP: 2.403.600

Economia R$ 1.962.750,58

Casos de Sucesso: Ar Condicionado

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 52      HFP: 59

Redução de Energia (kWh)

HP: 191.530      HFP: 1.375.317

Economia R$ 869.137,00

Casos de Sucesso: Iluminação

AeC Contact Center

Redução de Demanda (kW)

HP: 13      HFP: 13

Redução de Energia (kWh)

HP: 74.790      HFP: 1.020.096

Economia R$ 586.185,87

Casos de Sucesso: Iluminação

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 54      HFP: 80

Redução de Energia (kWh)

HP: 307.923      HFP: 2.567.451

Economia R$ 1.474.619,95

A hora de ser mais eficiente

A maioria dos brasileiros tem em mente que esta redução vai tornar as empresas mais competitivas, o que pode ser uma verdade, mas ”aí é que mora o perigo”: se não houver um conhecimento de como esta energia está sendo utilizada e principalmente se não está sendo monitorada a próxima fatura pode vir maior do que o esperado.

Quando a presidenta Dilma anunciou, em cadeia nacional, a redução das contas de energia elétrica muitos empresários respiraram aliviados com a boa notícia.

A maioria dos brasileiros tem em mente que esta redução vai tornar as empresas mais competitivas, o que pode ser uma verdade, mas ”aí é que mora o perigo”: se não houver um conhecimento de como esta energia está sendo utilizada e principalmente se não está sendo monitorada a próxima fatura pode vir maior do que o esperado.

Isto porque a tendência das empresas é relaxar nos controles internos e gastar sem perceber.

Neste momento tão importante para o crescimento do Brasil o ideal para as empresas é buscar ser o mais eficiente possível, reduzindo ainda mais os custos de insumos, principalmente com a energia elétrica.

E como fazer isto? Criando um Programa de Gestão Energética e estimulando todos os colaboradores a participarem deste esforço.

A soma do projeto do governo em conjunto a um programa de eficiência energética bem estruturado e monitorado, com certeza irá reduzir ainda mais os custos dos produtos e serviços  tornando a empresa mais rentável.

E aí, empresário, não é isto que você quer?