Casos de Sucesso: Iluminação

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 54      HFP: 80

Redução de Energia (kWh)

HP: 261.238      HFP: 2.178.192

Economia R$ 1.452.047,11

Casos de Sucesso: Ar Condicionado

Hospital Felício Rocho

Redução de Demanda (kW)

HP: 52      HFP: 59

Redução de Energia (kWh)

HP: 155.871      HFP: 1.119.261

Economia R$ 824.159,45

Casos de Sucesso: Iluminação

AeC Contact Center

Redução de Demanda (kW)

HP: 13      HFP: 13

Redução de Energia (kWh)

HP: 62.509      HFP: 852.588

Economia R$ 423.570,65

Casos de Sucesso: Iluminação

Shopping Oiapoque

Redução de Demanda (kW)

HP: 0      HFP: 0

Redução de Energia (kWh)

HP: 0      HFP: 2.149.800

Economia R$ 1.494.257,54

Poluição na China compromete geração de energia solar

País perde o equivalente a 11 gigawatts de energia solar devido à poluição do ar.

Nos últimos anos, a China tem investido em energia fotovoltaica. No entanto, uma pesquisa realizada pela Universidade Duke, nos Estados Unidos, indica que, por causa da poluição do ar, a eficiência dos painéis caiu em 17%.

Isso acontece porque os raios solares são bloqueados, absorvidos ou reduzidos por partículas sólidas presentes na atmosfera. Dessa forma, os painéis captam menos raios e, portanto, geram menos energia.

Em 2016, a China implantou 34 gigawatts em painéis solares em busca de fontes renováveis que possam contribuir para a diminuição da poluição, equivalente a mais do que o dobro do que os Estados Unidos. Porém, de acordo com a pesquisa, aproximadamente 11 gigawatts estão sendo perdidos.

O estudo descobriu que 8% das partículas sólidas encontradas no ar são causadas por atividade humana. Pode não parecer muito, mas essa porcentagem é mais responsável pelo bloqueio de raios solares do que os 92% de partículas naturais.

“Se você fizer a análise econômica dessas coisas, você percebe outra prova de que os aparentemente baratos combustíveis fósseis, na verdade, não são tão econômicos assim”, comenta um dos pesquisadores da universidade, Drew Shindell.

De acordo com a pesquisa, se os painéis do centro e do leste da China forem limpos todos os meses, a eficiência é reduzida em 17/25%%. Caso a limpeza ocorra a cada dois meses, a eficiência cai ainda mais, cerca de 25/35%.

Fonte: O Debate